• SUA CONTA
    Selecione

CLUBES

ÁRBITROS

ATLETAS

Em manutenção, por favor, aguarde.





Moacir Zimmermann bate o recorde do Troféu Brasil Caixa na marcha de 20.000m

Notícias 08/08/2011
Wagner Carmo/CBAt
São Paulo - Fechando o programa do terceiro dia disputas no TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO a marcha atlética de 20.000 m guardava mais emoção para as pessoas que seguiam nas arquibancadas do estádio Ícaro de Castro Melo, em São Paulo. Moacir Zimmermann, da AABLU, levou a medalha de ouro e, de quebra, anotou um novo recorde da competição com 1:21.02.5. A marca anterior era 1:21:30.8 e pertencia a Marcelo Moreira Palma, recorde que perdurou por mais de 20 anos.

"Só Deus sabe o quanto eu treinei para isso", desabafou o campeão, atleta de Blumenau. Zimmermann destacou a importância que a marcha atlética tem para sua cidade. "Lá, pratica-se a marcha assim como aqui em São Paulo as pessoas correm", disse.

Zimmermann agora concentra energia para a disputa do Campeonato Mundial, em Daegu, na Coreia do Sul e, em seguida, para o PAN de Guadalajara, no México. "Vou treinar ainda mais, vou com muita garra para essas provas", completou. Moacir ainda elogiou a qualidade da arbitragem no Troféu Brasil Caixa. "Na Argentina (no Sul-Americano) fui desclassificado no fim da prova por um árbitro local. Não entendi nada. Aqui foi tudo como deve ser", declarou.

Segundo na disputa, o recordista brasileiro na marcha de 20.000 m (em pista), Caio Bonfim comemorou muito o resultado, mesmo tendo sua marca nacional ameaçada por Zimmermman. "Fiz o que esperava fazer. A prova no Troféu Brasil Caixa é muito difícil. Também senti um pouco de dor na virilha e, com Mundial e PAN pela frente, achei melhor não forçar", disse. Caio completou a prova em 1:26.10.2. Jonathan Riekmann (Orcampi/Unimed) completou o pódio com 1:26.18.3. Rolando Saquipay, atleta do Equador, que competiu como convidado da CBAt, cruzou a linha de chegada na segunda colocação, com tempo de 1:23.19.9, mas não pontua no Troféu Brasil Caixa.
Alethea Costa - Da Assessoria CBAt/Troféu Brasil